Gestão de Carreira

A Gestão de Carreira é uma especialidade que procura promover o desenvolvimento pessoal e profissional resultando no bem-estar e satisfação em contexto laboral e, simultaneamente, na melhoria da qualidade de vida.  

Pensamentos como “será que escolhi a profissão certa?”, “porque é que nunca fico colocado?”, “como posso progredir dentro da minha empresa?”, “como é que posso mudar de área funcional?” são recorrentes e normativos. 

Assim, ao longo do percurso académico e profissional a Gestão de Carreira assume-se como um elemento fundamental, de modo a existir uma relação entre valores, interesses e competências pessoais e a carreira que vai sendo construída.

Com este processo pretende-se aumentar o autoconhecimento e o conhecimento sobre o mercado de trabalho, otimizar o personal branding e implementar um plano de ação personalizado e individualizado. 

 

Num processo de Gestão de Carreira poderão ser contemplados os seguintes temas:

  •  Balanço de competências;

  • Plano individual de desenvolvimento de competências;

  • Estratégias de procura ativa de emprego;

  • Apoio na construção de CV e carta de motivação;

  • Simulação de entrevistas de emprego com elaboração de relatório sobre o desempenho;

  • Preparação de dinâmicas de grupo;

  • Otimização do perfil de LinkedIn;

  • Criação de pitch de apresentação pessoal;

  • Processos de Recrutamento e Seleção Online;

  • Estratégias e eventos de networking;

  • Desafios do contexto profissional;

  • Reconversão profissional;

  • Exploração de interesses profissionais.

 

A especialidade de Gestão de Carreira é a resposta para melhorar a sua performance, independentemente se está num processo de procura ativa de emprego, de reconversão profissional ou de progressão de carreira. 

Cada indivíduo é único e, portanto, também a sua carreira terá de ser cuidada e pensada como tal.

depressed-man-talking-therapist-while-sh
Consultas Presenciais
photo-1486312338219-ce68d2c6f44d.jpg
Consultas Online

A intervenção do psicólogo é fundamental ao longo do processo, uma vez que são necessários fundamentos para recolha, análise e tratamento da informação. Para além disso, as dificuldades vocacionais podem estar relacionadas com problemas emocionais provenientes de outras tarefas do desenvolvimento, que assim podem ser aprofundadas em contexto terapêutico.