Ninguém consegue subir 10 degraus de uma vez só.

Anabela Pedro.jpeg

Dr.ª Anabela Pedro

Psicóloga Clínica 

Em alguns casos, fazer Terapia é também estabelecer um compromisso com a paciência, compaixão e resiliência. É embarcar numa viagem de autodescoberta de um "eu" construído ao longo de vários anos e que se foi acomodando em hábitos e padrões muito específicos e intrínsecos a cada pessoa. 

Com a casa construída sob estes hábitos e padrões, a Terapia é semelhante a uma equipa de requalificação que, cuidadosamente, precisa de perceber onde se encontram os alicerces que fazem "abanar" a estrutura principal, os canos que deixam vazar algum sintoma e, a partir daí, dar uma outra vida aos materiais ou mesmo substituí-los. 

 Ninguém consegue subir 10 degraus de uma vez só e, por isso mesmo, esta requalificação exige muitas vezes tempo:  avanços e retrocessos; mexer numa estrutura é descobrir que, por vezes, há mais do que um alicerce instável ou um cano roto. E se trabalhar num cano roto poderá demorar um par de horas, sabemos que requalificar uma estrutura certamente demorará mais tempo e investimento. 

 

Não procuremos subir 10 degraus de uma vez só, sabendo que os 9 anteriores podem ser importantíssimos para que o décimo faça mais sentido e esteja mais sedimentado. Tenha compaixão por si e saiba que a velocidade com que se constrói uma casa não é sinónimo da sua qualidade e firmeza. Um tijolo de cada vez, sabendo que cada um tem o seu tempo para se requalificar.